14 de julho de 2023 - Discurso da embaixadora Brigitte Collet

JPEG

Senhoras e Senhores ministros, parlamentares, embaixadores e oficiais, Senhoras e Senhores, caros amigos, boa noite.

E uma alegria para mim e para toda a equipe da embaixada recebê-los para celebrarmos a nossa festa nacional. Muito obrigada pela amizade e pela presença.

Hoje nós celebramos os ideais da Revolução Francesa e o lema da República: “Liberté, Egalité, Fraternité”. Esses são ideais democráticos, e nós os compartilhamos com / o Brasil.

A defesa desses valores se torna ainda mais relevante nos dias atuais, em que algumas democracias são alvo de novas ameaças, que fazem uso do veneno da desinformação destilado pelas redes sociais. Esse é um dos temas que temos discutido a pedido de nossos presidentes da República. Pois, após um eclipse demasiadamente longo, um diálogo intenso foi finalmente retomado entre Brasília e Paris.

Tanto o diálogo quanto as visitas oficiais foram retomados. Tivemos o orgulho de receber a nossa ministra da Europa e dos Assuntos Exteriores, por ocasião do relançamento de nossa relação, e, mais recentemente, o ministro do Comércio Exterior, acompanhado por uma forte delegação de empresas. Ficamos também muito felizes em receber, em Paris, os ministros brasileiros das Relações Exteriores, da Defesa e da Fazenda.

E sobretudo, o presidente Lula nos concedeu a honra de participar da Cúpula de Paris para um Novo Pacto Financeiro Global, que teve como objetivo iniciar uma transformação da arquitetura financeira internacional a fim de torná-la mais eficaz, mais justa, e mais bem adaptada aos desafios contemporâneos. Nós esperamos que o consenso de Paris seja útil para a presidência brasileira do Gé20, que contará com o nosso comprometimento.

Nós consideramos que a voz do Brasil é essencial para as grandes questões globais, e que o país deve ocupar um lugar de maior destaque nas instâncias internacionais, como o Conselho de Segurança das Nações Unidas, do qual deveria se tornar membro permanente. Estamos particularmente felizes em constatar que o país que sediou a Cúpula da Terra do Rio tenha decidido se tornar novamente um campeão da luta contra a mudança climática e da proteção do meio ambiente. E nós estamos determinados a contribuir para o sucesso da COP30 em Belém. A realização da Cúpula da Amazônia em breve, nessa mesma cidade, é mais um exemplo notável do compromisso do Brasil.

Recentemente, em Paris, os presidentes Macron e Lula discutiram esses temas cruciais e outros grandes desafios atuais, como a agressão da Rússia contra a Ucrânia. Eles reafirmaram o compromisso à Carta das Nações Unidas e ao multilateralismo. Eles ressaltaram a importância das relações da União Europeia com o Brasil e com a América Latina.

Caros amigos,

Nossas trocas políticas foram, então, retomadas no mais alto nível em um espírito de confiança, e com uma forte vontade de cooperar, tanto para resolver os grandes problemas internacionais, quanto para reforçar nossa parceria estratégica. O carro-chefe dessa parceria é a base naval de Itaguaí, onde eu tive a honra de acompanhar o presidente Lula, que pôde testemunhar os notáveis progressos na construção de submarinos com o apoio da França.

Nossa parceria também se expressa na gestão de nossa fronteira comum. A Comissão mista encarregada dessa tarefa acabou de se reunir em Caiena, pela primeira vez em 4 anos, e permitiu avanços significativos quanto à cooperação operacional, principalmente contra as atividades ilegais.

A cooperação na área da saúde também é um ponto forte da relação entre a Guiana Francesa e o Amapá, como sempre foi para os nossos dois países. A criação do Instituto Pasteur de São Paulo também ilustra essa parceria vital.

Caros amigos,

Este 14 de julho é especial para mim porque é o último que comemoro no Brasil, onde minha missão está chegando ao fim.

Eu gostaria de agradecer calorosamente a todos aqueles e aquelas que me ajudaram a cumpri-la, especialmente às autoridades, federais e locais, que me receberam tão bem. Nesta grande democracia que é o Brasil, que provou sua força nesses últimos meses, eu tive o privilégio de estar em contato frequente com atores da sociedade civil, em toda a sua diversidade, ligados a áreas que são prioritárias para nós, como a proteção do meio ambiente, a defesa dos direitos das mulheres, das pessoas LGBTQIA+ e dos povos indígenas. Agradeço também meus colegas do corpo diplomático pela excelente e amigável cooperação.

Estou ciente de que tive muita sorte em servir meu país neste país amigo que é o Brasil, tão apreciado na França, exceto talvez na ocasião de alguns jogos de futebol. De fato, nós compartilhamos uma paixão pelo esporte, e estejam certos de que os franceses ficarão muito felizes em recebê-los em Paris no ano que vem para os Jogos Olímpicos.
Eu fiquei encantada com a beleza deste país; com a diversidade das regiões, dos povos e das culturas desse Brasil, desses Brasis, que nunca será possível conhecer por inteiro. E fiquei sobretudo muito tocada com a extrema gentileza de nossos amigos brasileiros, cuja infinita paciência eu admiro muito (especialmente a da minha professora de português).

Em um mês estarei me despedindo deste país com muitas lembranças maravilhosas, boas amizades, e a felicidade e o orgulho de ter contribuído para que a relação entre França e Brasil fosse relançada com todo o vigor que ela merece. Ficarei com saudades. Muitíssimo obrigada!

Mes chers compatriotes

Toutes et tous vous représentez notre pays, notre culture, ce qui fait notre nation. Tous et toutes vous contribuez au nouvel élan de la relation entre la France et le Brésil.

J’ai pu constater tout au long de mes déplacements dans ce pays-continent combien vous y étiez intégrés et combien votre contribution à son développement y était appréciée. Soyez-en vivement remerciés.

J’aimerais ce soir saluer tout particulièrement ceux qui s’engagent pour notre communauté : les conseillers et conseillères des Français de l’étranger, , les membres d’associations caritatives, les agents, civils ou militaires, de l’ambassade, de nos 3 consulats et de nos 3 lycées. Je tiens aussi à saluer nos consuls honoraires et nos médecins conseils qui sont pour nous des soutiens indispensables, comme on a pu le voir pendant la crise du Covid.

Notre communauté ce sont aussi les artistes, universitaires, chercheurs, engagés dans des projets avec leurs partenaires brésiliens. Ce sont enfin les plus de mille entreprises françaises, petites et grandes, qui réussissent si bien et se distinguent grâce à leur savoir-faire et à leur dynamisme. Je remercie infiniment les nombreux et généreux mécènes qui contribuent à notre fête de ce soir.

Mes derniers remerciements iront à la fantastique équipe franco-brésilienne de l’ambassade, inspirée par le désir de renforcer nos échanges et notre amitié. Je suis sûre qu’elle va encore s’illustrer ce soir par son dynamisme, cette fois sur la piste de danse.
Vive l’amitié entre la France et le Brésil ! Vive la République ! Vive la France !

Desejo a todos uma bela festa do 14 juillet!

publié le 01/08/2023

haut de la page