Chamada a participação - Concurso de escrita "Travessias: Habitar e repensar o nosso espaço cotidiano à prova no confinamento"

PNG

A Embaixada da França no Brasil, em colaboração com o Coletivo 614 e a Flip-Festa Literária Internacional de Paraty, e com o apoio do Instituto francês em Paris, tem o prazer de convidá-los para um concurso de escrita que ocorrerá de 28 de setembro a 28 de outubro de 2020. Será a ocasião de refletir de maneira criativa sobre o contexto que atravessamos este ano.

Acontecimento repentino e globalizado, o confinamento constitui uma experiência inédita espalhada pelos quatro cantos do planeta. Unindo o destino de cerca de um quarto da população mundial reclusa em casa, perturbando o cotidiano de bilhões de indivíduos entrincheirados em espaços fechados. Essa experiência foi, antes de tudo, vivida – e continua a ser – como uma provação. Face às diferentes ondas da pandemia, tivemos – e temos ainda – que nos trancar em casa, numa rotina familiar e inédita ao mesmo tempo.

Essa experiência conjunta se impôs como reveladora de uma infinidade de situações cotidianas que se cruzam, se contradizem e se correspondem pelo mundo inteiro. A presente chamada a contribuições se baseia na vontade de fazer emergir narrativas que testemunham a maneira pela qual o confinamento transformou, transforma ou transformará a nossa apreensão dos locais do cotidiano, tanto no Brasil como na França.

Esse concurso de escrita criativa pretende dar voz, no Brasil e na França, em português e em francês, a todo cidadão e a todo especialista das questões de arquitetura e urbanismo. Ele se insere no importante intercâmbio cultural entre os dois países, principalmente no âmbito da arquitetura e urbanismo, frutos de uma longa jornada histórica mas ainda tão atual. São mais de duas décadas de acordos entre escolas de arquiteturas entre França e Brasil; e em 2020-2021 com a nomeação do Rio de Janeiro como a “Capital mundial de arquitetura”, a organização da XIII Bienal de Arquitetura de São Paulo e os 60 anos da capital federal, Brasília.

Modalidades de contribuição

Dois temas

Tema 1, para o público em geral, na França e no Brasil: Em quê a experiência do confinamento nos faz enxergar, ou nos fez enxergar, de maneira diferente os espaços cotidianos (lares, ambiente de trabalho, cidade, vilarejo)?

Cada testemunho ou narrativa deve ser definido no espaço (rua, bairro, cidade, cidade,cômodo, etc) e no tempo (um dia, uma semana, algumas horas, um minuto, um mês, etc). O espaço e o tempo devem compor o título de cada contribuição (ex.: Av. Paulista 1205, 00h12, SP, Brasil; 15 Av. des Champs Élysées, février 2020, Paris, France).

Confira o formulário de participação aqui.

Tema 2, para estudantes de escolas de arquitetura e urbanismo situadas exclusivamente na França ou no Brasil: Em quê consiste a experiência do confinamento, nos leva a repensar a arquitetura e urbanismo?

Esse segundo tema pede uma prospecção de cenários e pode estar acompanhada de uma produção gráfica em preto e branco (formato indicado abaixo). As contribuições conjuntas entre um estudante francês e um estudante brasileiro serão muito bem-vindas.

Confira o formulário de participação aqui.

Prêmio

Os 10 melhores textos de cada categoria serão selecionados por um júri de profissionais franco brasileiros. Eles serão publicados e traduzidos ao outro idioma em uma revista digital bilíngue (francês e português), no final do ano de 2020, e em uma plataforma digital no âmbito da operação “Novembre numérique” (ou “Novembro digital”), uma iniciativa do Instituto francês em París. Outros eventos serão organizados em torno dos textos e do concurso.

Para o Tema 2, os autores das melhores contribuições (uma francesa e outra brasileira), selecionadas pelo júri, serão presenteadas com uma estadia de uma semana no Brasil - para o primeiro caso, e uma semana na França - no segundo caso, em 2021, observadas as condições sanitárias de cada país.

Para obter mais informações sobre as condições de participação e prêmios, consulte o documento abaixo:

PDF - 4.3 MB
(PDF - 4.3 MB)

publié le 30/09/2020

haut de la page