Cooperação descentralizada e “Smart Cities” no centro da participação francesa no IV EMDS

A presença francesa foi destaque na programação desta quinta-feira 27 de abril do IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), organizado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP).

JPEG
(©ellen gomes)

Pela manhã, representantes dos municípios brasileiros presentes ao evento participaram da “Mesa-redonda Franco-Brasileira sobre Cooperação Descentralizada”, em que foi feito um balanço da cooperação técnica entre cidades da França e do Brasil nos últimos anos.

JPEG
(©ellen gomes)

Na abertura, o embaixador francês Laurent Bili lembrou tratar-se do sexto encontro desde 2006, uma ilustração da vitalidade da parceria entre as cidades dos dois países. “A França reconhece a importância da diplomacia local”, acrescentou o embaixador, ressaltando ainda o papel fundamental dos municípios e dos governos locais na implementação do Acordo de Paris sobre o clima.

Compuseram a mesa, além do embaixador, pelo lado francês, a responsável pela Divisão de Governos Locais e Desenvolvimento Urbano na AFD, Anne Odic; Felícia Medina, da Cité Unies Frances; Olivier Richard e Etienne Beurier, da Ville de Paris. Pelo lado brasileiro, participaram o secretário-geral do Fórum Nacional de Gestores Municipais de Relações Internacionais (Fonari), Rodrigo Corradi, e a subsecretária de Planejamento e Gestão Governamental da cidade do Rio de Janeiro (RJ), Aspásia Camargo.

A parceria de 12 anos entre as cidades de Paris e do Rio de Janeiro na área de mobilidade urbana foi citada, pelos representantes da cidade de Paris, como exemplo da solidez dessa cooperação bilateral descentralizada. Pela AFD, Anne Odic ressaltou que atualmente a instituição atua na reativação da parceria, na área de mobilidade urbana, entre a cidade francesa de Lyon e Curitiba (PR), e que apoia a negociação entre Niterói (RJ) e a cidade francesa de Bordeaux, ainda em fase inicial.

JPEG

Paralelamente, no estande da União Europeia, prefeitos e demais participantes do IV EMDS puderam acompanhar a jornada francesa “Cidades Inteligentes”. Com 18 “smart cities”, o maior número da Europa, as cidades francesas oferecem um imenso terreno de inovação para as empresas que usam as novas tecnologias de comunicação, como forma de melhorar o funcionamento da cidade e a participação do cidadão. A maioria delas já se encontra no Brasil e está pronta para propor e adaptar soluções inovadoras nas cidades brasileiras interessadas, bem como para desenvolver novas parcerias com os municípios do País.

Por fim, foi inaugurada, em presença do Embaixador Laurent Bili, a exposição “Esperança na Cidade”, idealizada pela AFD com fotografias de seis cidades em três continentes: Santo Domingo (Rep. Dominicana), Joanesburgo (Africa do Sul), Cochim (Índia), Medellín (Colômbia), Fortaleza e Curitiba. A exposição mostra em imagens os desafios e soluções para o desenvolvimento urbano, em cidades com projetos apoiados pela AFD. Da vitalidade de Cochim às cores de Medellín, do sorriso dos habitantes de Joanesburgo, às brincadeiras das crianças de Santo Domingo, dos parques de Curitiba aos bairros populares de Fortaleza, são projetos que nos conduzem, pouco a pouco, a um mundo compartilhado. No Brasil, as duas cidades retratadas foram fotografadas pelos fotojornalistas Jorge Cardoso, em Fortaleza, e Zuleika de Souza, em Curitiba.

JPEG

publié le 28/04/2017

haut de la page