Embaixada da França abre seus portões para sua 1ª Feira Verde de Natal

Paz, confraternização, sustentabilidade. Palavras que traduzem a 1ª Feira Verde de Natal, relizada hoje pela Embaixada da França. Pela primeira vez, ela abriu seus portões para celebrar as festas de fim de ano, oferecendo ao público em geral a oportunidade de fazer comprinhas para o Natal, rever amigos e degustar produtos de pequenos produtores da cidade, no âmbito do projeto Embaixada Verde.

Durante a manhã e parte da tarde, os funcionários da Embaixada, mas também representantes de outras embaixadas, professores e estudantes de francês, etc. puderam encontrar, na parte gastronômica, pães e queijos franceses, bem como os macarrons (tradicional sobremesa francesa), geléias e quiches. Havia ainda a famosa farofa da associação Vida Positiva (de apoio a pessoas soropositivas), petiscos árabes, entre outros. Jóias e bijuterias, artesanato e roupas foram algumas das outras opções de presentes oferecidas.

Quem não perdeu a oportunidade foi a professora de francês Regina Pereira da Silva. Frequentadora da sala de cinema Le Corbusier, ela celebrou a iniciativa, que soube por meio de uma sobrinha. “Achei incrível! Não conhecia e embaixada. Foi uma excelente oportunidade! Vim ver as bijuterias, os pães e os doces. Tomara que aconteça sempre!”, disse.

Ex-funcionária da embaixada por mais de 20 anos, Marta Vilela veio como expositora. Trouxe suas geléias doces e salgadas e também comemorou o projeto. “É sensacional! Um espaço incrível para oferecermos nossos produtos. Esperamos que possamos estar aqui novamente em outras datas tradicionais como o Dia das Mães. O ambiente de harmonia também foi muito bom!”.

Para Berta Chaves, secretária na Embaixada, a Feira Verde foi a ocasião de rever amigos e de trazer o filho Gabriel para passear. “Está sendo um evento original, bem organizado e diversificado”, acrescentou. Também secretária na Embaixada, Ilona Wertheimer comemorou a oportunidade de, no próprio local de trabalho, fazer comprinhas para casa e para o Natal. “Foi muito bom! Comprei presentes para os sobrinhos e utilidades pra cozinha”.

JPEG
JPEG
JPEG
JPEG
JPEG
JPEG
JPEG
JPEG
JPEG
JPEG

publié le 16/12/2016

haut de la page