Jornadas “Jovens Pesquisadores em Ciências Humanas e Sociais: Olhares Cruzados França-Brasil”

JPEG

A Embaixada da França no Brasil quer organizar um seminário de dois dias (3 e 4 de setembro de 2018) em Brasília para dar a oportunidade a jovens pesquisadores (nível Mestrado, Doutorado e Pós-doutorado) na área das Ciências Humanas e Sociais de apresentarem seus projetos de pesquisa em andamento ou recentemente concluídos (no ano que precedeu o evento).

A chamada para comunicações será aberta aos perfis seguintes: estudantes com um projeto vinculado ao Brasil, franceses ou cidadãos de outro país da União Europeia ligados a uma universidade francesa; ou estudantes brasileiros com um projeto vinculado à França.

Os estudos comparativos e estudos de caso incluindo a França ou o Brasil serão aceitos. O seminário cobrirá o espectro inteiro das disciplinas em CHS.

Os estudantes deverão primeiramente enviar via e-mail um currículo, um resumo de 300 palavras (em francês e em português), uma descrição mais detalhada de uma ou duas páginas e cinco palavras chaves. Os estudantes selecionados deverão submeter um artigo de 20 000 caráteres no máximo (Times New Roman 12), notas de rodapé e espaços incluídos, sem contar a bibliografia.

Os estudantes escolhidos participarão de mesas redondas idealmente interdisciplinares, compostas de três ou quatro pesquisadores. A banca para a seleção dos artigos e a avaliação da qualidade dos projetos incluirá professores franceses e brasileiros representando varias disciplinas em CHS.

A Embaixada oferecerá bolsas para alguns estudantes (os que enviarem os melhores artigos). Nós recomendamos para os querem participar do evento que desde já busquem outras opções de financiamento. A Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) e seu Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais (IPRI) oferecem a publicação dos resultados do seminário em formato de livro.

Os estudantes que não puderem apresentar seus projetos de pesquisa terão a possibilidade de fazê-lo no formato de cartaz.

- Preencha o formulário

publié le 19/02/2018

haut de la page