Quem pode ingressar no território francês ?

Desde o dia 1º de julho, por decisão do Conselho Europeu, os residentes de 15 países podem voltar a circular na Europa. A lista é atualizada uma vez a cada duas semanas, de acordo com a evolução da pandemia. Até a presente data, o Brasil não consta nessa lista.

A Instrução de 30 de junho de 2020 do primeiro-ministro estabelece as regras aplicáveis às fronteiras externas da França a partir de 1º de julho. Estão autorizados a ingressar no território francês:

- Franceses, seus cônjuges e filhos;

- Nacionais dos Estados membros da União Europeia ou Andorra, Reino Unido, Islândia, Liechtenstein, Mônaco, Noruega, Suíça, San Marino e Vaticano que tenham sua residência principal na França ou que estejam em trânsito na França apenas para retornar ao seu país de nacionalidade ou residência, bem como seus cônjuges e filhos;

- Brasileiros com autorização de residência (titre de séjour) ou visto de longa duração francês ou europeu válido que tenham residência principal na França;

- Pessoas em trânsito em zona internacional por tempo inferior a 24h;

- Estudantes brasileiros com visto de longa duração que comprovem ter domicílio na França;

- Os professores ou pesquisadores empregados ou convidados por um estabelecimento de ensino ou laboratório de pesquisa francês;

- Profissionais da saúde estrangeiros que estejam atuando na luta contra a Covid-19;

- Tripulação e funcionários estrangeiros que operem em voos de passageiros ou carga, ou que estejam viajando como passageiros a fim de chegar ao seu ponto de partida;

- Estrangeiros que operem no transporte internacional de mercadorias;

- Marinheiros estrangeiros que atuem no transporte internacional de mercadorias ou em navios de pesca;

- Membros de delegação em missão oficial, funcionários das missões diplomáticas e consulares, bem como das organizações internacionais que tenham sede ou escritório na França, além de seus cônjuges e filhos.

publié le 07/08/2020

haut de la page