Rioux, Diretor Geral da AFD, é nomeado Presidente do IDFC

GIF
Rémy Rioux, Diretor Geral da Agência Francesa de Desenvolvimento, foi nomeado presidente do International Development Finance Club (IDFC) em Washington, após reunião do Conselho de administração do IDFC, realizada paralelamente às reuniões anuais do Banco Mundial e do FMI. Rioux assume o cargo após o fim do mandato do alemão Dr. Ulrich Schröder, CEO do KfW. Com a presidência, a França reforça o papel das finanças públicas do clima para o sucesso da Cúpula para o Clima de Paris.

Durante seu mandato de dois anos, a AFD acolherá em Paris a sede do clube, que reúne os 23 principais bancos de desenvolvimento do Norte e do Sul (o africano BOAD, o brasileiro BNDES, o latino-americano CAF, o marroquino CDG, o sul-africano DBSA, o chinês CDB, o japonês JICA, entre outros).

Com um balanço total de US$ 3 trilhões e mais de US$ 630 bilhões de compromissos anuais, os bancos membros do IDFC trabalham para um redirecionamento maciço de fluxos financeiros para uma economia de baixo carbono e resiliente às mudanças climáticas.

Rémy Rioux pretende reforçar o papel do IDFC como um ator comprometido com o sucesso da Cúpula do Clima de Paris, que acontecerá em 12 de dezembro deste ano.
Rioux definiu três eixos prioritários no curto e médio prazo:

- Consolidar uma metodologia comum das finanças do clima públicas e privadas, na perspectiva da implementação do Acordo de Paris;

- Explorar todo o potencial gerado pelos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), promovendo projetos nos temas de governança, desigualdades, desenvolvimento urbano, educação e gênero, entre outros;

- Promover uma melhor compreensão sobre o papel desempenhado pelos bancos de desenvolvimento nacionais e regionais em nível internacional e fortalecer a prestação de serviço a seus membros.

A apenas algumas semanas da COP23 e da Cúpula para o Clima de Paris, o IDFC está dando influência aos atores públicos das finanças do clima, permitindo-lhes falar a uma só voz nos principais debates internacionais sobre desenvolvimento e clima.

Rémy Rioux: “O sucesso do Acordo de Paris virá em grande parte dos atores financeiros. Meu desejo é fazer dos membros do IDFC uma nova força, ao lado das organizações internacionais, para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.”

Dr. Ulrich Schröder, CEO do KfW: “Estou sinceramente grato por Rémy Rioux ter declarado seu desejo de ser o novo presidente do IDFC. A rede precisa de pessoas como ele. Ele é um homem apaixonado pelo financiamento do desenvolvimento e com muita energia energia para promover nossa visão. A missão do IDFC é mais importante que nunca face às várias crises mundiais e à demanda contínua de apoio às economias de nossos países e dos países nos quais atuamos. Rémy Rioux e seus colegas farão um excelente trabalho”.

Sobre a Agência Francesa de Desenvolvimento

A AFD é uma instituição pública responsável pela implementação da política francesa de cooperação. Ela atua há 75 anos na luta contra a pobreza e na promoção do desenvolvimento sustentável. Presente em quatro continentes através de uma rede de 85 escritórios, a AFD exerce a missão que lhe é confiada pelo governo francês de financiar programas e projetos de desenvolvimento, contribuindo para um crescimento econômico mais sustentável e compartilhado, melhorando as condições de vida das populações, cooperando para a proteção do planeta e ajudando a estabilizar países frágeis ou recém-saídos de crises. Em 2016, a AFD dedicou € 9,4 bilhões ao financiamento de projetos em países em desenvolvimento e em benefício da França ultramarina. Afd.fr

Sobre o KfW

O KfW é um dos principais bancos de desenvolvimento do mundo. Com décadas de experiência, é comprometido com a melhoria das condições de vida econômicas, sociais e ecológicas em todo o mundo em nome da República Federal da Alemanha e dos estados federais. Em 2016, o Kfw financiou projetos no valor total de € 81 bilhões. Entre eles, 44% contribuíram para a proteção do meio ambiente e para o combate às mudanças climáticas. kfw.de

Sobre o IDFC

Criado em 2011, o IDFC é uma rede única de 23 bancos de desenvolvimento nacionais e regionais do mundo, 19 dos quais baseados em países em desenvolvimento. Os membros do IDFC compartilham uma visão comum de promoção de um futuro com baixo carbono, resiliente às mudanças climáticas, ao mesmo tempo em que continua a reduzir a pobreza e a promover o desenvolvimento econômico e social, bem como uma concepção justa e equitativa da economia globalizada. O IDFC é o maior patrocinador do desenvolvimento público e das finanças do clima em escala global, com um total de US$ 3 trilhões de ativos e mais de US$ 630 bilhões de compromissos anuais, dos quais dois terços correspondem a fluxos entre países em desenvolvimento. idfc.org

publié le 17/10/2017

haut de la page