Venezuela - Situação institucional

A França condena a decisão tomada em 18 de agosto pela Assembléia Nacional Constituinte de exercer as competências legislativas que incumbem à Assembléia Nacional democraticamente eleita em dezembro de 2015.

Apenas um diálogo respeitoso do Estado de direito e a separação dos poderes garantirá um resultado negociado para a crise e preservará a democracia na Venezuela.

A retomada do diálogo é urgente. A França apoiará, com seus parceiros da União Europeia, toda iniciativa nesse sentido.

publié le 21/08/2017

haut de la page